segunda-feira, abril 20, 2015

Por que é estúpido ser mulher e defender cegamente a religião?

Fonte
   Se você é uma pessoa que pensa que religião é intocável ou se sente facilmente ofendido por levar críticas para o pessoal, esse post não é para você.
   Desde a mitologia grega, a mulher não era lá muito bem vista. Sabemos disso quando Zeus cria a mulher como punição e coloca em suas mãos uma caixa escrito "não abra". Consequentemente, a mulher abriu e de lá saiu tudo de ruim existente no mundo. (Pesquise sobre A Caixa de Pandora)
   No judaísmo, o livro sagrado é o Torá, que basicamente é o antigo testamento da Bíblia cristã.
   O cristianismo, fez com que a chegada de Jesus trouxesse uma visão mais "piedosa" do mundo, surgindo assim o Novo Testamento.
   O Islã, não satisfeito com todas essas histórias, resolveu criar sua própria versão da Bíblia, alterando e modificando de acordo com seus interesses, surgindo assim o Alcorão.
   Sabendo disso, é fácil obter uma relação entre essas três últimas. A mulher é colocada em segundo plano, obviamente porque todas essas fontes inesgotáveis de imaginação, contradição e irracionalidade foram frutos de homens.
   É difícil definir a participação da mulher no judaísmo e islamismo, porque existem ramificações das ideias. Tudo isso porque cada pessoa tem sua própria interpretação do mesmo livro.
   Na corrente mais conhecida do islã, a mulher é praticamente invisível dentro da sociedade. Homens podem se casar com até quatro mulheres ao mesmo tempo, e ele pode ter sexo com um número ilimitados de moças escravas. A virgem pode ser obrigada por seu pai a ser dada (sim, tipo mercadoria) em casamento sem ao menos ser consultada. O casamento é considerado uma forma de benefício exclusivamente do homem, nunca ao contrário, sendo assim as mulheres objeto de posse dos mesmos. Não quero nem entrar na questão da desfiguração por ácidos e da violência sofrida pelas mulheres em consequência disso, chega a me causar ânsia.
Sura 4.34: "Os homens tem autoridade sobre as mulheres porque Alá fez um superior à outra.
Sahih Al Bukhari (Parte 1, Hadith nº 28): "As mulheres são mal agradecidas aos seus maridos pelos favores e o bem (atos de caridade feito a elas)." 
Sahih Al Bukhari: "Certa vez, o apóstolo de Alá disse a um grupo de mulheres: 'Não conheço ninguém mais deficiente em inteligência e religião do que vocês. Um homem prudente, sensível pode ser desencaminhado por qualquer uma de vocês."
   Ah, o cristianismo, [ironia] tão bonito e menos violento [/ironia]... O que acontece com o cristianismo, é uma domesticação dos valores, graças a autoridades que tentam ao máximo encobrir as partes antiéticas e dar destaque a partes bonitas como "Amar ao próximo como a ti mesmo", fazendo isso eles conseguem conter o que vocês chamariam de "radical". Como eu sempre digo, há uma contradição enorme dentro das religiões, assim como existem inúmeras interpretações.
   No conto da cobra, podemos perceber que a origem dos pecados do mundo e a causa de termos que batalhar tanto para sermos puros e perdoados foi a maldita da mulher. A mulher não seguiu as instruções de Deus, caiu no conto da cobra e comeu o fruto proibido. Como se não bastasse, essa criatura mundana levou o homem junto para o mal caminho.
Êxodo 21:7 - "Se um homem vender sua filha como escrava, ela não será liberta como os escravos homens."
1 Coríntios 14:34-35 - "As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei, e, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja."
Gênesis 3:16 - "E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará."
Eclesiástico 25:24 - "A malícia de uma mulher transtorna-lhe as feições, obscurece-lhe o olhar como o de um urso, e dá-lhe uma tez com a aparência de saco."
   Quanta sabedoria há nas palavras ungidas do senhor, ouço um amém?

Por que você não pode me dizer que esses versículos dependem de um contexto ou de uma interpretação.
   Quando a belíssima bancada evangélica inclui algum versículo para justificar algum projeto de lei mesmo estando em um estado laico, ninguém os diz que aquilo depende de um contexto. Quando alguém diz que não pode fazer alguma coisa, pois na bíblia está dizendo que não pode, ninguém diz que precisa-se de um contexto. Quando dizem que a humanidade precisa da bíblia para aprenderem valores éticos, ninguém diz que esses valores éticos necessitam de um contexto.
   Eu sei que as palavras da bíblia não são levadas ao pé da letra nos dias de hoje, mas já justifiquei anteriormente que isso é fruto da domesticação dos líderes religiosos.
   Se você usa algum versículo da Bíblia (seja ele "bom" ou "ruim") pra justificar alguma atitude sua, qualquer pessoa nesse mundo pode usar qualquer parte da bíblia pra justificar comportamentos doentios.

   É bem claro a posição que as mulheres exercem dentro das religiões, sempre coadjuvantes, são meras serviçais dos homens, e origem de todo mal do mundo. O que me preocupa nisso tudo é que influencia diretamente na nossa cultura, reflete todos os dias na sexualidade reprimida da mulher, reflete no seu profissionalismo, reflete nos valores morais estabelecidos, reflete quando os prós-vida obrigam uma maternidade indesejada.
   Eu não quero te convencer, não quero que você deixe sua religião de lado, a decisão de ser irracional é tua, mas o assunto dessa postagem é um problema sério e tem de ser discutido. Quando você usa um livro pra nos limitar, você está interferindo na vida de quem não acredita no mesmo que você, isso tem que acabar. Você crendo ou não, tem que entender que religião não deve ser um manual a ser seguido, pois existem falhas que podem prejudicar muitas pessoas ao seu redor.

PS: Não tente me converter, sou convicta quanto ao meu posicionamento ateísta.


Adendo: https://twitter.com/giuduarte/status/645295914882625536

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Texto bacana, mas fechamento contraditório. Você crê que deus não existe, ou não crê que deus existe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, mas basicamente o que eu quis dizer foi que independente das suas crenças, você não pode usá-la para limitar a vida de outras pessoas.
      Não creio que deus existe.

      Excluir